Untitled Document


Apartamentos do Minha Casa Minha Vida são entregues inacabados




Caixa disse ter contratado empresa para fazer reparos. Condomínio foi ocupado por integrantes de movimento sem teto.

Famílias dizem ter recebido apartamentos do programa Minha Casa Minha Vida no condomínio Campos do Jordão, em Artur Alvim, Zona Leste de São Paulo, incompletos há cerca de 15 dias. Os imóveis não possuíam sistema de água e luz. Alguns estão sem revestimento ou precisaram de reparos, como mostrou o Bom Dia São Paulo.

As 210 famílias foram selecionadas no programa de moradia da Caixa Econômica Federal e deveriam ter recebido os apartamentos em setembro, mas isso não aconteceu porque os prédios foram invadidos por integrantes dos movimentos por moradias. A reintegração de posse foi em 22 de novembro. Dez dias depois, a Caixa entregou as chaves para os moradores, que estão pagando pelos apartamentos, sem os reparos necessários. A Caixa diz que contratou empresa para fazer reparos.

A artesã Ana Paula dos Santos Oliveira conta que técnicos da Eletropaulo estiveram por três vezes no condomínio. “É o terceiro dia que eles vêm, falam cada dia uma desculpa, não colocam a caixa, porque sem a caixa geral não consegue liberar a ligação para os apartamentos”, afirmou. A luz chegou aos corredores, mas os apartamentos permanecem sem energia, como informou o Bom Dia São Paulo.

Na cozinha do apartamento da Ana Paula tem pia e piso, mas a sala continua sem revestimento. Por isso, ela ainda não conseguiu mudar com os quatro filhos.

A massoterapeuta Gláucia Maria de Souza contou que o fornecimento de água foi normalizado. Para conseguir energia elétrica para os aparelhos eletrônicos, foi necessário espalhar extensões por toda a casa. “Só de velas, eu paguei R$ 60”, disse.

A falta de luz também provocou falta de água, porque o motor que enche a caixa d'água também não funcionava. “Eu tenho que subir até o 5ºandar com dois baldes de água pra o banheiro e a louça”, disse. O fornecimento de água foi restabelecido.

A Caixa Econômica Federal informou que, antes da invasão, o condomínio possuía serviços de água e energia elétrica já instalados e ressaltou que as depredações ocorreram durante a invasão. A caixa disse que já contratou uma empresa para fazer os reparos e os serviços devem ser concluídos ao longo desta semana.

A Eletropaulo informou que os centros de medição do condomínio não apresentaram condições técnicas e de segurança para fazer a ligação de energia e que agora aguarda a finalização dos reparos e a regularização do local para realizar o serviço.

A Sabesp disse que tanto a ligação como o abastecimento de água até onde é de responsabilidade dela estão funcionando normalmente no Condomínio Campos do Jordão.

Fonte: http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2013/12/apartamentos-do-minha-casa-minha-vida-sao-entregues-inacabados.html