Untitled Document


7 passos de uma modinha da comunicação




De tempos em tempos acontecem algumas mudanças que abrem nossa cabeça para novas oportunidades, foi assim com o Iphone para o ramo da telecomunicação, trazendo mobilidade e minimizando o uso de no mínimo uns 7 produtos. Entretanto, como estamos neste frenesi em busca do novo, do melhor, ficamos mais receptivos, e é essa a brecha que as ‘modinhas da comunicação’ usam para chamar nossa atenção.

Para ficarmos atentos ao nascimento de uma modinha listei os 7 Passos de uma modinha de comunicação:

1º Passo: As modinhas nascem de uma propaganda que ganha prêmio, ou de um vídeo com grandes números em visualização ou até de boatos e reportagens.

2º Passo: Logo depois (não demora quase um dia internético), todos os profissionais e interessados já estão sabendo e buscando sobre, o que gera um volume de buscas no sr. Google.

3º Passo: O passo anterior leva os blogs de nicho a surfarem nesse volume de buscas interessados logicamente em abocanhar alguns views. Então logo enchem os podcasts, blogs e afins sobre o tal conteúdo, afinal está ‘dando ibope’.

4º Passo: Esse passo é o mais interessante, é aqui em que a mágica acontece. Os leitores dos canais do passo anterior, geralmente profissionais do ramo, agem como se houvessem descoberto o Brasil e levam a next big thing para dentro de suas organizações. Totalmente louvável que busquem as melhores práticas a serem implementadas, é uma atitude válida, já falaremos como lidar com isso.

5º Passo: Nessa fase os resultados começam a aparecer, a modinha dá origem a uma inundação de propagandas abusando da nova técnica descoberta, as vezes até exagerando, algumas até perdem o time e viram piada.

6º Passo: Por sua vez, os canais de nicho, aqueles que falamos acima, e até o público em geral escracham o erro das propagandas atrasadas que usaram a técnica ao estilo Rubinho de ser. Aqui aparecem os memes, posts fazendo piada, montagens e réplicas de vídeos.

7º Passo: Como tudo que tem um início tem um fim, as modinhas morrem, deixando feridas as marcas que entupiram o mercado com aquela excelente ideia.

O que pretendi demonstrar neste artigo não foi o erro ao inundar o mercado, ou se aproveitar de uma estratégia, o marketing de oportunidade está aí pra provar que quando bem aplicado é ótimo para a comunicação de uma marca. Digo que os profissionais devem apenas estudar mais e ver se realmente aquele viral faz sentido para a sua marca e qual o tempo correto de duração e aplicação disso para que não seja desastroso.

Falei muito das modinhas sem citá-las, então aqui vai algumas de que me lembro. Com certeza o pessoal mais antenado já vai fazer um link com as modinhas do ano passado. Se lembrarem de mais por favor comentem:

Storytelling: Muito antes de virar modinha já era utilizada como forma de capturar a atenção e engajar a audiência. 

Viral: Com o poder de comunicação descentralizado que é a internet, os virais se tornaram mais evidentes e se espalham em horas internéticas. Algumas marcas tentam aproveitar a oportunidade e perdem o time. 

Social Media: Não é novidade pra ninguém que as redes sociais são um ótimo canal de interação com o público quando bem executada. Acredito que esta foi a modinha que mais se propagou em 2012, perdendo um pouco de força ao entrar em 2013. Os fails são gigantescos.

Existem diversas outras que com certeza não citei aqui, mas resumindo o objetivo deste artigo, gostaria de dizer que qualquer prática que se adeque realmente a persona da sua marca deve ser utilizada, embasada em estudo tanto da estratégia e suas aplicações como conhecimento de seu público e concorrentes, levando sempre em conta que problemas provavelmente ocorrerão e que o novo é sempre um risco, mas que arriscar é bom.

 

FONTE: http://www.ideiademarketing.com.br